quinta-feira, 16 de novembro de 2017

Penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto assinalados nos últimos 10 campeonatos

O F. C. Porto vem dominando o sector da arbitragem há muitos e muitos anos.
Ninguém se lembra da última vez em que os árbitros melhores classificados pelo Conselho de Arbitragem não sejam os árbitros conotados com o F. C. Porto, que não sejam árbitros do agrado das cores portistas. Ou é o Artur Soares Dias, ou é Jorge Sousa, ou é Pedro Proença, etc, todos os anos os árbitros melhores classificados são sempre os árbitros com os quais o F. C. Porto é claramente o clube com melhor rendimento médio nos jogos que dirigem.

Será que alguém conhece algum arbitro que tenha assinalado 3 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto?
Se alguém conhecer algum arbitro que tenha assinalado 3 penaltis contra o F. C. Porto nos últimos 10 campeonatos que escreva aqui o nome desse arbitro?

Parece incrível, mas em todo o quadro de árbitros, não há nenhum que tenha visto 3 infrações na área, cometida por jogadores do F. C. Porto nas últimas 10 temporadas! Em 10 temporadas!

Como quem já acompanha este blog há um certo tempo sabe, o F. C. Porto é destacadamente o clube, que menos vezes foi punido com grandes penalidades desfavoráveis assinaladas efetivamente pelos árbitros no agregado dos últimos 10 campeonatos. Em 293 jogos, apenas foram assinalados 23 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto, sendo que em 7 desses jogos também foram assinalados penaltis favoráveis ao F. C. Porto, ou seja, somente em 16 jogos teve que enfrentar uma real desvantagem em termos de grandes penalidades assinaladas no campeonato nacional em 10 anos. O Benfica sofreu 27, o Sporting sofreu 35 e o Braga sofreu 41 penaltis desfavoráveis.

Com uma analise atenta aos dados estatísticos, constata-se que nas últimas 10 temporadas, nenhum arbitro assinalou sequer 3 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto, quanto mais 4 ou 5 penaltis desfavoráveis. Nem mesmo os árbitros que dirigiram diversos jogos do F. C. Porto, nem mesmo os mais experientes e internacionais que arbitraram diversos jogos difíceis do clube, como é o caso do Artur Soares Dias, Jorge Sousa, Hugo Miguel, Carlos Xistra ou Pedro Proença foram capazes de assinalar 3 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto nas últimas 10 temporadas.

A titulo de curiosidade podemos verificar que neste mesmo período das últimas 10 épocas, o:
  • Artur Soares Dias assinalou 8 penaltis desfavoráveis ao Braga
  • Artur Soares Dias assinalou 5 penaltis desfavoráveis ao Benfica.
  • Artur Soares Dias assinalou 5 penaltis desfavoráveis ao Sporting.
  • Carlos Xistra assinalou 6 penaltis desfavoráveis ao Braga.
  • João Capela assinalou 4 penaltis desfavoráveis ao Braga.
  • Jorge Sousa assinalou 3 penaltis desfavoráveis ao Benfica.
  • Pedro Proença assinalou 3 penaltis desfavoráveis ao Benfica.
  • Bruno Paixão assinalou 3 penaltis desfavoráveis ao Sporting.

Como se vê quer o Benfica, quer o Sporting, quer o Braga já tiverem a pouca sorte de levar com árbitros que já lhes assinalaram por diversas vezes penaltis desfavoráveis. Somente o F. C. Porto tem tido a proteção por parte de quem nomeia os árbitros, a tal ponto de não encontrarmos na 1ª categoria nenhum árbitro que tenha assinalado nas últimas 10 épocas, 3 grandes penalidades contra o F. C. Porto.
Porque não se encontra nenhum arbitro que tenha assinalado 3 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto nas últimas 10 temporadas?

Qual é o poder do clube nas estruturas da arbitragem para que seja o único clube com tal privilégio? Fontelas Gomes ou Paulo Costa conseguem esclarecer os adeptos de futebol ou não?



Eis então, todos os jogos em que foram assinalados penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto, nas últimas 10 temporadas e como se vê, o próprio Pedro Proença nunca viu um penalti que pudesse prejudicar o rendimento desportivo do F. C. Porto nos diversos jogos importantes que dirigiu.


domingo, 12 de novembro de 2017

Penaltis desfavoráveis aos candidatos ao título assinalados nas últimas 10 épocas

A generalidade dos adeptos tem a ideia que os árbitros revelam grande dificuldade em assinalar penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto, Benfica, Sporting ou ao Braga.
Todos os adeptos se queixam que ficam por assinalar muitas grandes penalidades contra os grandes, pois grande parte dos árbitros tem medo de punir as infrações cometidas na área de um candidato ao título. Em resumo, nas últimas 10 temporadas foram assinalados os seguintes penaltis desfavoráveis:
  • 41 penaltis desfavoráveis ao Braga
  • 35 penaltis desfavoráveis ao Sporting
  • 27 penaltis desfavoráveis ao Benfica
  • 23 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto


Em média nos 293 jogos que cada clube disputou nas últimas 10 épocas, foram assinalados 31 penaltis desfavoráveis ao candidato ao título, como podemos ver em média as equipas candidatas ao título sofrem 1 penalti por cada 9 jogos realizados, dai que o normal será encontrarmos aproximadamente 2 penaltis desfavoráveis assinalados sempre que um arbitro tenha arbitrado mais de 18 jogos desse clube nas últimas 10 temporadas. Para terem sido nomeados para mais de 18 jogos é porque estamos a falar dos que são considerados pelo conselho de arbitragem como os melhores e por via disso são normalmente estes, os árbitros que dirigem os jogos mais difíceis dos grandes. Como qualquer arbitro que dirija um número de jogos equivalente a metade de um campeonato pode influenciar muito o rendimento médio de uma equipa e como 15 jogos representa metade de um campeonato na esmagadora maioria das últimas 10 épocas, é esse o limite mínimo que utilizaremos.


Como só uma amostra suficientemente grande dos dados estatísticos nos permitem chegar a resultados mais fidedignos, somente vamos utilizar dados de árbitros em que a amostra seja igual ou superior a 15 jogos arbitrados, os resultados obtidos não seriam tão fiáveis com arbitros que somente tenham apitado 5 ou 6 jogos. Os 7 árbitros que nestas últimas 10 temporadas apitaram um número considerável de jogos dos grandes no campeonato são, o Artur Soares Dias, o Jorge Sousa, o Carlos Xistra, o Hugo Miguel, o Rui Costa, o Pedro Proença e o Bruno Paixão. Estes foram os 7 arbitros que mais intervieram nos jogos que envolviam os 4 grandes nas últimas 10 épocas, em conjunto apitaram 113 jogos do F. C. Porto, 119 jogos do Benfica, 131 jogos do Braga e 130 jogos do Sporting.


Estatisticamente estes foram os penaltis assinalados contra os grandes nos últimos 10 campeonatos, discriminados pelo resultado que se verificava na altura em que se foram assinalados.

Como é evidente os penaltis com potencial para diretamente retirar pontos as equipas são os que foram assinalados contra a equipa quando se esta a vencer por apenas 1 golo ou o jogo se encontra empatado. São os casos de 15 penaltis sofridos pelo F. C. Porto, 18 sofridos pelo Benfica, 26 sofridos pelo Braga e 23 sofridos pelo Sporting.



Esta é a listagem ordenada por ordem decrescente dos arbitros que assinalaram mais penaltis desfavoráveis aos candidatos ao título, a negrito todos os clubes que sofreram 3 ou mais penaltis assinalados desse arbitro em concreto.
Nota: Nas últimas 10 épocas não existe nenhum arbitro que tenha assinalado mais de 2 penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto. É incrível, não encontrarmos nenhum arbitro que tenha assinalado um numero considerável de penaltis desfavoráveis ao F. C. Porto! 

  • Realce para o facto de 40% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo Artur Soares Dias, terem sido para penalizar o Braga! 
  • Realce para o facto de 54,5% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos, assinalados pelo Carlos Xistra, terem sido para penalizar o Braga! 
  • Realce para o facto de 35,7% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo Hugo Miguel, terem sido para penalizar o Braga! 
  • Realce para o facto de 42,9% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo Jorge Sousa, terem sido para penalizar o Benfica! 
  • Realce para o facto de 50% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo Bruno Paixão, terem sido para penalizar o Sporting! 
  • Realce para o facto de 60% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo Pedro Proença, terem sido para penalizar o Benfica! 
  • Realce para o facto de 80% dos penaltis desfavoráveis aos candidatos assinalados pelo João Capela, terem sido para penalizar o Braga!

É particularmente relevante os apenas 2 penaltis desfavoráveis assinalados contra o F. C. Porto, quando existem arbitros que assinalaram 8 penaltis contra o Braga, 5 contra o Benfica e 5 contra o Sporting. No quadro acima vemos quais são os árbitros que já foram capazes de assinalar 4 ou mais grandes penalidades a penalizar os candidatos ao título e olhando com atenção para os dados estatísticos, podemos confirmar se a percepção que tinhámos sobre a tendênçia clubistica do arbitro se reflete nas grandes penalidades que ele efetivamente assinala. É verdade, há árbitros que protegem determinados clubes, não assinalado penaltis desfavoráveis aos mesmos.

Mas quem são esses árbitros que tenham arbitrado mais jogos envolvendo os grandes e que não tenham sido capazes de assinalar 2 penaltis desfavoráveis a essse clube grande?
  1. Rui Costa já apitou 18 jogos do Sporting e nunca assinalou nenhum penalti desfavorável ao Sporting! Rui Costa foi agora o VAR do último Sporting 2 - Braga 2, jogo muito polémico pela sua ausência de intervenção do VAR em lances mal ajuizados pelo arbitro Carlos Xistra.
  2. Pedro Proença apitou 16 jogos do F. C. Porto e nunca assinalou nenhum penalti desfavorável ao F. C. Porto! E o incrível é que 11 dos 16 jogos foram confrontos diretos com os outros 3 candidatos ao titulo e mesmo assim o F. C. Porto não tenha sido penalizado com nenhum penalti e teve mesmo 6 penaltis assinalados a seu favor.
  3. Carlos Xistra apitou 24 jogos do F. C. Porto e só assinalou 1 penalti desfavorável ao F. C. Porto! Esse único exemplar aconteceu ao seu 21º jogo arbitrado, será que só foi nomeado para tantos jogos do F. C. Porto porque historicamente não assinala penaltis contra o clube?
  4. Jorge Sousa apitou 21 jogos do Braga e só assinalou 1 penalti desfavorável ao Braga! 
  5. Hugo Miguel apitou 20 jogos do F. C. Porto e só assinalou 1 penalti desfavorável ao F. C. Porto! Esse único exemplar aconteceu ao seu 17º jogo arbitrado, será que só foi nomeado para tantos jogos do F. C. Porto porque historicamente não assinala penaltis contra o clube?
  6. Jorge Sousa apitou 18 jogos do F. C. Porto e só assinalou 1 penalti desfavorável ao F. C. Porto! Esse único exemplar aconteceu ao seu 16º jogo arbitrado, será que só foi nomeado para tantos jogos do F. C. Porto porque historicamente não assinala penaltis contra o clube?
Estes são os únicos casos de árbitros com mais de 15 jogos arbitrados de um dos grandes clubes, em que constata que os penaltis assinalados contra essas equipas é manifestamente inferior ao que seria expectável ocorrerem, tendo em conta que em média cada clube grande sofre um penalti desfavorável por cada 9 jogos realizados.

Penaltis - Porto, Benfica, Braga e Sporting (Comparação estatística)

Atualização dos dados após a 11ª Jornada desta época 2017/18.  
Nestas últimas 9 temporadas, o F. C. Porto beneficiou de 84 penaltis favoráveis em 293 jogos. 
Será que até ao final desta temporada 2017/18 no agregado de 10 épocas, mais alguma outra equipa atingirá os 84 penaltis favoráveis que o F. C. Porto já usufruiu até este momento? 
Os mais próximos são o Sporting que tem neste momento 74 (logo faltam-lhe 10 para atingir os números do F. C. Porto) e o Benfica, com também 74 penaltis favoráveis assinalados (logo lhe faltam 10 para atingir os números do F. C. Porto). 

O ataque do F. C. Porto tem nesse período 642 golos marcados (ou seja, beneficiou de 1 penalti favorável por cada 7,6 golos que conseguiu marcar), o Benfica tem 663 golos marcados (ou seja em média precisa de marcar 9,0 golos para que lhe seja assinalado 1 penalti favorável) e o Sporting tem 503 golos marcados (ou seja, beneficiou de 1 penalti favorável por cada 6,8 golos marcados)

1ª grande anormalidade estatística que salta a vista: Nas últimas 10 épocas (293 jogos), o F. C. Porto teve a sorte de ter usufruido de mais 10 penaltis assinalados a seu favor que o Benfica, mesmo tendo um ataque que marcou menos 21 golos que o ataque do Benfica! 

O Benfica conseguiu conquistar 699 pontos, ou seja mais 1 ponto que o F. C. Porto (698 pontos)! As equipas que benefeciam de mais penaltis tendem a ser aquelas que também acumulam mais penaltis favoráveis. Benfica foi o único dos 4 clubes que conseguiu conquistar mais pontos que outro clube (F. C. Porto) que claramente tenha beneficiado de mais penaltis favoráveis que ele.

O Benfica conquistou mais 110 pontos que o Sporting (699-589 pontos) e marcou mais 160 golos que o Sporting (tendo beneficiado do mesmo número de penaltis favoráveis que o Sporting nas últimas 10 épocas)! Ou seja, se o Benfica tivesse jogado nas mesmas condições que o Sporting (nos primeiros 503 golos marcados beneficiando em média de 1 penalti por cada 6,8 golos marcados), quereria dizer que conseguiu marcar mais 160 golos, sem ter usufruido de mais nenhum penalti assinalado a seu favor.


  Queres saber quantos penaltis o teu clube já beneficiou nos últimos 10 anos (293 Jogos)?
                   E sabes quantos pontos conquistou diretamente com esses penaltis?

        Queres saber quantos penaltis o teu clube já sofreu nos últimos 10 anos?
                   E sabes quantos pontos perdeu diretamente com esses penaltis sofridos?
Estás no sítio certo para ficares a conhecer as condições arbitrais com as quais os clubes competiram em Portugal nos últimos 10 campeonatos.


Algumas Curiosidades no acumulado de penaltis destes últimos 10 campeonatos:

  • Nestas últimas 10 épocas, o F.C. Porto teve a sorte de ser o clube que competiu com as melhores condições arbitrais na nossa liga, beneficiando de um saldo favorável de 61 penaltis a mais do que aqueles que sofreu, tendo aproveitado tal facto para nos 293 jogos oficiais conquistar 698 pontos, podemos concluir que beneficiou de um penalti por cada 11 pontos que conquistou nas últimas 10 épocas, enquanto que o Benfica no mesmo nº de jogos beneficiou de um saldo favorável de 47 penaltis a mais do que aqueles que sofreu, conquistando 699 pontos, ou seja, em média beneficiou de um penalti por cada 15 pontos que conquistou na liga. Em média os 4 candidatos na competição usufruiram de 1 penalti favorável por cada 16 pontos conquistados na Liga Nós. O Sporting nestas últimas 10 épocas competiu beneficiando de um saldo favorável de 38 penaltis e conquistou 589 pontos, ou seja beneficiou de um penalti a favor por cada 15 pontos conquistados.
  • Podemos verificar que em média cada um dos 4 candidatos ao título beneficiou de 71 penaltis favoráveis e sofreu 32 penaltis desfavoráveis. 
  • Quanto aos penaltis desfavoráveis sofridos, o Braga (-41) e o Sporting (-35) foram as equipas que mais penaltis desfavoráveis sofreram, segue-se o Benfica que sofreu (-27) penaltis e por fim o F.C. Porto que sofreu apenas (-23) penaltis desfavoráveis, sendo pois, a única equipa que claramente sofreu menos penaltis desfavoáveis do que a média dos 4 candidatos, que é de 32 penaltis desfavoráveis sofridas.
  • Nos últimos 10 campeonatos, a equipa que conquistou mais pontos nos jogos em que não beneficiou de penaltis favoráveis, foi o Benfica que conquistou 538 pontos em 228 jogos (79% dos pontos), enquanto o F.C. Porto conquistou 492 pontos nos 215 jogos em que não beneficiou de um penalti a favor (76% dos pontos). Assim,  nas últimas 10 épocas, se somente consideramos os jogos em que estas equipas não beneficiaram de penaltis favoráveis, o Benfica foi capaz de conquistar mais 52 pontos que o F.C. Porto! O F.C. Porto teve a sorte de beneficiar de penaltis favoráveis nos últimos 10 campeonatos em mais 14 jogos que o Benfica e no total dos 78 jogos que beneficiou de penaltis arrecadou 206 pontos, ou seja mais 48 pontos do que os 158 pontos que o Benfica arrecadou, nos 64 jogos em que beneficiou de penaltis favoráveis.
  • Nas condições arbitrais em que a competição decorreu nestes últimos 10 anos, somente com os penaltis a favor,  o F.C. Porto teve oportunidade de acrescentar mais 29 pontos que o Benfica diretamente com um penalti favorável. O F.C. PORTO NESTAS 10 ÉPOCAS TEVE HIPOTESE DE ACRESCENTAR MAIS 90 PONTOS (40*2pontos+10*1ponto) DIRETAMENTE COM ESSES PENALTIS A FAVOR, SE TODOS OS PENALTIS QUE BENEFICIOU SE TRANSFORMASSEM NO SEU ÚLTIMO GOLO NA PARTIDA enquanto que O BENFICA TEVE HIPÓTESE DE ACRESCENTAR MAIS 65 PONTOS(27*2pontos+11*1ponto) DIRETAMENTE COM ESSES PENALTIS A FAVOR, SE TODOS ESSES PENALTIS  SE TRANSFORMASSEM NO SEU ÚLTIMO GOLO DA PARTIDA.
  • Se considerarmos somente os jogos em que os clubes candidatos ao titulo não sofreram um penalti contra, constatamos que o rendimento médio do Benfica nesses jogos corresponde em média a 82% dos pontos disputados arrecadados nos jogos em que não sofre um penalti desfavorável e nas mesmas condições o F.C. Porto conquista 80% dos pontos disputados em média nas últimas 10 épocas, nos jogos em que não sofreu um penalti desfavorável. A diferença é que o F.C. Porto nas últimas 10 épocas disputou apenas 23 jogos em que foi penalizado com penaltis desfavoráveis e o Benfica disputou 26 jogos em que sofreu penaltis desfavoráveis. O Benfica em 6 desses jogos em que sofreu penaltis também beneficiou de um penalti favorável, enquanto que o F.C. Porto, em 7 desses jogos também beneficiou de 1 penalti a favor, ou seja, nestas últimas 10 épocas, o F.C. Porto apenas por 16 jogos foi obrigado a disputar a partida com mais penaltis desfavoráveis que favoráveis e o Benfica em 20 jogos. Parece incrível mas é a realidade, em 293 jogos das últimas 10 épocas, apenas por 16 vezes, o F. C. Porto disputou jogos em que teve desvantagem no nº de penaltis que foram assinalados nessa partida!
  • Dos 26 penaltis desfavoráveis assinalados ao Benfica, 20 deles se transformaram no último golo sofrido na partida pelo Benfica e coincidentemente, representaram 18 pontos perdidos diretamente com o efeito desse golo de penalti. Dos 22 penaltis contra o F.C. Porto, 13 deles se transformaram no último golo sofrido no jogo pelo F.C. Porto, resultando do efeito direto disso, apenas 5 pontos perdidos diretamente em consequência de um último golo sofrido de penalti nas últimas 10 épocas.
  • Nos confrontos directos entre os 4 candidatos ao titulo nas últimas 10 épocas, o F.C. Porto beneficiou de 12 penaltis a favor e sofreu 6 desfavoráveis, o Benfica beneficiou de 10 penaltis favoráveis e sofreu 10 penaltis contra, o Braga beneficiou de 7 e sofreu 10 contra e o Sporting beneficiou de 7 penaltis favoráveis e sofreu 10 penaltis desfavoráveis. 

Como se pode ver no quadro seguinte, todas as equipas têm um rendimento médio geral e melhoram o seu desempenho quando se analisa separadamente o seu rendimento médio apenas nos jogos em que beneficiaram de penaltis favoráveis e pioram o seu desempenho médio quando consideramos somente os jogos em que sofrem grandes penalidades desfavoráveis. Por exemplo, sendo o rendimento médio geral do Benfica nos 293 jogos destas últimas 10 épocas de 80% dos pontos conquistados,  nos 65 jogos que beneficiou de um penalti a favor o Benfica conquistou 83% dos pontos e em todos os 26 jogos que sofreu um penalti contra conquistou em média apenas 53% dos pontos em disputa nesses jogos. Este é o efeito estatístico médio de usufruir ou sofrer 1 penalti no rendimento de uma equipa como o Benfica.


Este é o quadro estatístico dos penaltis assinalados nos últimos 10 campeonatos nacionais:



 Curiosidades 
ANALISE DE PENALTIS ASSINALADOS COM PONTOS DIRETAMENTE EM DISPUTA
Somente quando a equipa está empatado ou a perder por um golo de diferença é que o penalti a favor poderá se transformar numa decisão arbitral com influência direta na repartição dos pontos.
                                                   
** Concentrando a nossa atenção especialmente nos penaltis que potencialmente podem alterar diretamente a repartição dos pontos, verificamos que, o F. C. Porto na competição tem um saldo favorável de 35 penaltis com os quais diretamente pode melhorar o seu desempenho pontual na partida enquanto que o Benfica obteve um saldo favorável de apenas 20 penaltis que potencialmente podem influenciar diretamente o seu desempenho pontual e o Sporting obteve um saldo favorável de apenas 16 desses penaltis que valem pontos. O F.C. Porto na competicão pelos títulos benefeciou de muitos mais penaltis que o Benfica ou Sporting (daqueles penaltis que diretamente podem alterar os pontos conquistados)!



BENFICA-Total de 74 Penaltis a favor nas últimas 10 épocas, discriminados no quadro que se segue:








BENFICA-Total de 27 Penaltis Contra nas últimas 10 épocas,  discriminados no quadro que se segue:










fontes: Liga Portuguesa de Futebol Profissional     e       Football-Lineups
http://www.ligaportugal.pt/              

Curiosidades:
Dos 193 pontos possíveis nos 65 jogos a equipa conquistou 161 pontos, logo nas partidas em que beneficia de um penalti a favor, o Benfica teve um aproveitamento de 83% dos pontos disputados.

Nos últimos 10 campeonatos o Benfica beneficiou de 74 penaltis, em 65 jogos, sendo que em 6 deles também sofreu um penalti contra e noutro sofreu mesmo 2 penaltis contra, ou seja podemos considerar que disputou 58 desses jogos com uma arbitragem favorável no que toca a penaltis, dos quais apenas não conseguiu vencer 11 partidas.
As decisões arbitrais sem grande importância são os 36 penaltis a favor que aconteceram quando a equipa já estava a vencer e um que aconteceu quando já perdia por 2 golos de diferença, assim nos jogos analisados das últimas 10 épocas, existem 35 partidas com decisões arbitrais que objetivamente poderiam permitir melhorar o desempenho desportivo do Benfica.

Nestes últimos 10 campeonatos, o Benfica tendo sido penalizado com 27 penaltis contra, em 11 desses jogos o clube acabou por perder mais 18 dos pontos, diretamente com esse último golo sofrido de penalti nesses jogos.

Dos 78 pontos em disputa nesses 26 jogos em que sofreu 1 penalti contra, conquistou 41 pontos, ou seja, apenas teve 53% de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que sofreu um penalti, sendo que a percentagem de aproveitamento dos pontos em disputa nos restantes 267 jogos em que não sofreu um penalti desfavorável, foi de 82%.

Foram 26 os jogos em que ocorreram penaltis desfavoráveis ao Benfica, sendo que em 6 deles, o saldo de penaltis  é nulo, pois também beneficiou de penaltis a favor nesses jogos, ou seja disputou efetivamente 20 partidas influenciadas negativamente por decisões arbitrais desfavoráveis (penalti contra).
Quase metade dos penaltis sofridos pelo Benfica nos últimos 10 anos foram assinalados pelos árbitros Artur Soares Dias (com 4 penaltis desfavoráveis assinalados), Pedro Proença e Jorge Sousa cada um destes 2 árbitros assinalou 3 penaltis contra o Benfica.

Agregando os 293 jogos, o Benfica acabou por conseguir acrescentar 15 pontos através de um último golo de penalti a favor e também perder 18 pontos em consequência direta de um último golo sofrido de penalti, ou seja, por haver decisões arbitrais com influência direta no desempenho das equipas, o Benfica tem um saldo de (-3) pontos perdidos com influência arbitral direta, ao contrário do que seria expectável acontecer com um candidato ao titulo num acumulado de tantos jogos em 10 campeonatos. Este saldo contrasta com os 19 pontos positivos acrescentados pelo F. C. Porto no mesmo período em consequência direta de um último golo de penalti, sendo que apenas perdeu 5 pontos diretamente com um último golo sofrido de penalti, ou seja tem um saldo de 14 pontos acrescentados diretamente com os últimos golos de penalti.  
Somente diretamente com os últimos golos de penaltis, as decisões arbitrais provocaram uma diferença de 17 pontos entre F. C. Porto e Benfica nos últimos 10 campeonatos.
                                                                                           


F.C. Porto -Total de 84 Penaltis a favor nas últimas 10 épocas, discriminados no quadro que se segue:






F.C. Porto -Total de 23 Penaltis Contra nas últimas 10 épocas,  discriminados no quadro que se segue:






Nas partidas em que ocorre um penalti a favor, em 231 pontos possíveis nos 77 jogos a equipa conquistou 201 pontos, ou seja, o F. C. Porto teve um aproveitamento de 88% dos pontos em disputa nos jogos em que beneficia de um penalti favorável.

Nos últimos 10 campeonatos o F. C. Porto beneficiou de 84 penaltis, em 78 jogos, sendo que em 7 deles também sofreu um penalti contra, ou seja podemos considerar que teve uma arbitragem favorável em 76 desses jogos, dos quais somente em 10 não conseguiu vencer.
As decisões arbitrais sem grande importância foram os 31 penaltis a favor que aconteceram quando a equipa já estava a vencer e 2 situação em que já estava a perder por mais de 1 golo de diferença. 

Nestes últimos 10 campeonatos, o F. C. Porto tendo sido penalizado com 23 penaltis contra, em 7 desses jogos beneficiou também de um penalti a favor, ou seja teve de facto 16 jogos com decisões arbitrais desfavoráveis. Apenas perdeu 5 pontos diretamente com um último golo sofrido de penalti nesses jogos. Em 6 desses jogos estava a vencer por mais de 1 golo e noutro já estava a perder por 1, jogo que acabou por não vencer. Nos 16 jogos com desvantagem no nº de penaltis assinalados nos últimos 10 campeonatos, somente em 9 desses penaltis contra, essa decisão desfavorável poderia ter influência no marcador ao ponto de alterar diretamente a pontuação final do F.C. Porto nesses jogos.
 Dos 69 pontos em disputa nesses 23 jogos em que teve um penalti contra, acumulou 47 pontos, ou seja, teve 72% de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que sofreu um penalti. Baixa apenas ligeiramente o seu rendimento médio nesses jogos, uma vez que quase não sofreu penaltis potencialmente prejudiciais ao seu desempenho pontual, ou seja com pontos em disputa diretamente.
No acumulado dos 293 jogos, o F. C. Porto acabou acrescentando diretamente 19 pontos por influência de penaltis favoráveis e apenas perdeu 5 pontos por consequência direta de um penaltis contra, ou seja beneficiou de um saldo favorável de 14 pontos por haver decisões arbitrais (penaltis) com influencia direta no desempenho das equipas.

Segue o discriminativo de todos os penaltis a favor do Braga nas últimas 10 épocas e a % de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que beneficiou de 1 penalti:





Segue o discriminativo de todos os penaltis contra do Braga nas últimas 10 épocas e a % de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que sofreu 1 penalti:








Segue o discriminativo de todos os penaltis a favor do Sporting nas últimas 10 épocas e a % de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que beneficiou de 1 penalti:








Segue o discriminativo de todos os penaltis contra o Sporting nas últimas 10 épocas e a % de aproveitamento dos pontos em disputa nos jogos em que sofreu 1 penalti:




Até este momento nas últimas 10 épocas, comparando o saldo final de penaltis, o Benfica competiu beneficiando de menos 14 penaltis do que o F.C. Porto usufruiu (61-47) e mesmo assim, acabou conquistando mais 1 ponto que o F.C. Porto (699 contra 698 pontos), nesses 293 jogos disputados. Atenção que no máximo, com 14 penaltis podem ser acrescentados mais 28 pontos, se todos esses penaltis forem assinalados com o jogo empatado. 

Caro leitor, na sua opinião as decisões arbitrais podem fazer diferença no rendimento desportivo ou não?
Para melhor poder responder a esta pergunta, imagine que mantendo-se as capacidades competitivas que as 2 equipas tem apresentado, o Benfica tivesse benficiado de mais 28 penaltis favoráveis e assim tivesse competido com uma vantagem de 14 penaltis sobre o F.C. Porto, então nesse caso qual das 2 equipas teria conquistado mais pontos nas últimas 10 épocas e quem teria obtido a maioria dos títulos de campeão desse período? Se sabe a resposta é porque sabe que as decisões arbitrais tem influência no rendimento desportivo dos clubes.
Os desempenhos médios do Benfica têm sido superiores ao do F. C. Porto nos jogos sem penaltis assinalados e demonstram assim seriam claramente no total oficial de todos os jogos se não tem existido uma grande diferença no nº de penaltis entre as 2 equipas. A grande diferença no número de penaltis entre o F. C. Porto e o Benfica é que permitiu que as duas equipas tenham neste momento praticamente o mesmo rendimento pontual nestas últimas 10 épocas, com o Benfica a conquistar 699 pontos e o Porto a conquistar 698 pontos.


Depois de conhecer os números agregados das últimas 10 épocas, alguém acredita que o F.C. Porto, com menos 28 penaltis favoráveis teria sido capaz de conquistar 4 dos 9 últimos campeonatos já atribuidos e o Benfica os restantes 5?




Será que a Liga Portuguesa decorre num Fotografia ?

Agradecemos comentários com as questões mais pertinentes que estes números oficiais evidenciam.